Em Bonito taxa de ocupação em hotéis pode passar de 90% durante o feriado da Semana Santa

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

 

hotel pousada aguas de bonito
Em Bonito a maioria dos leitos é vendida antecipadamente. (Foto: Divulgação).

A cidade de Bonito deve colher bons frutos neste feriado prolongado de Páscoa, por meio das atrações turísticas oferecidas aos visitantes. A taxa de ocupação da rede hoteleira do município deve ultrapassar o patamar de 90%. Os dados foram divulgados pelo Observatório do Turismo e Eventos de Bonito, coordenado pelo Bonito Convention & Visitors Bureau, com apoio da Prefeitura Municipal e da Fecomércio/MS – Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso do Sul.

Em alguns estabelecimentos, a taxa de ocupação já atingiu 100%. É o caso da Pousada Olho D’água, onde algumas reservas foram feitas antecipadamente. “Estamos recebendo turistas de vários estados do Brasil e de outros países”, comenta Henrique Ruas, proprietário do local. Ele ressalta que grande parte da procura a cidade nos feriados é por conta das belezas naturais e também pela estrutura de organização oferecida no município.

Quem também comemora os resultados obtidos pelo turismo em Bonito é o proprietário da Pousada Remanso, Augusto Barbosa Mariano, que destaca a intensa procura de visitantes vindos da Bolívia e do Paraguai pelo destino. “O câmbio está favorável a eles e, além disso, Bonito é como uma ‘praia’ para os bolivianos. Vieram no começo deste ano, no carnaval e agora aproveitaram a Semana Santa, ficando, no mínimo, três diárias. Nossa cidade tem sido privilegiada com a alta do dólar”, enfatiza.

O empresário menciona que parte do público brasileiro, que fazia mais viagens ao exterior, agora está dando mais destaque a destinos do próprio país, escolhendo, entre as várias opções, Bonito, também por conta da alta do dólar. “Considerando o momento atual do cenário econômico do Brasil, podemos dizer que estamos na contramão da crise”, afirma.

Na avaliação do presidente do Bonito CVB, Rodrigo Coinete, os bons resultados alcançados demonstram a capacidade da cidade em receber turistas em várias épocas do ano. O município está entre os cinco destinos do Brasil com maior procura pelos turistas. Segundo dados do Ministério do Turismo, 84,1% dos brasileiros que pretendem viajar nos próximos meses, optarão por destinos domésticos e Bonito está entre as opções.