Saiba como cuidar da máscara de tecido e se proteger do coronavírus

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

mascaras

O uso de máscaras é obrigatório em todas as cidades de Mato Grosso do Sul e é uma medida para prevenção do coronavírus. É preciso utilizá-la ao sair de casa, seja para ir ao mercado, circular em espaços públicos ou pegar o ônibus. Para se proteger do coronavírus, além da correta utilização é necessária uma boa higienização. Só dessa forma o acessório de proteção é eficaz.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) alerta que é fundamental higienizar as mãos com água e sabão ou álcool gel antes e após usar a máscara. Isso independe de quem faz uso do acessório (se tem ou não tem sintomas da ).

Com as mãos lavadas, é preciso colocar a máscara sobre o rosto de modo que cubra tanto queixo quanto nariz. A máscara não pode ficar frouxa no rosto. Durante uso, não se deve tocar na máscara. Por isso, não é recomendado tirar e colocar a máscara, nem que ela seja removida durante a fala.

Após 2 horas de uso ou quando a máscara estiver úmida, troque-a por uma nova. Se for uma máscara descartável, não a reutilize, descarte-a imediatamente em uma lixeira fechada. No caso de máscara de tecido: higienizá-la com sabão ou água sanitária e deixar 20 minutos de molho.

Na hora de removê-la, faça isso por trás. A pessoa não deve encostar a mão no tecido, apenas nas alças laterais que ficam acopladas à orelha. Ou seja, não toque na parte da frente do acessório. Higienize novamente as mãos com água e sabão ou álcool em gel.

(com informações do Governo de MS)