Comércio de carros usados cresce 16% no Estado

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Mato Grosso do Sul registrou uma alta de 16% no total de carros usados vendidos nos primeiros três meses deste ano, se comparado ao mesmo período de 2020. Os números são do Detran (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), baseados nas alegações de vendas recebidas pelo órgão.

Os dados da Dirve (Diretoria de Registro e Controle de Veículos) do Detran somam quase 21 mil processos de venda no Estado no primeiro trimestre. Um dos motivos para essa mudança é a queda da produção de carros novos nas fábricas.

“A gente sabe que por conta da pandemia a produção caiu bastante nas fábricas, além da facilidade de comprar um veículo já usado, como menor desvalorização, documentação mais barata, entre outros”, explica a diretora do Dirve, Loretta Figueiredo.

As alegações de venda são comprovantes de transferência de propriedade de veículo, que desde março deste ano podem ser feitas online. Os interessados devem apenas acessar o site do Detran e clicar no menu Portal de Serviços.

Ali, eles devem cadastrar seus dados e depois já ter acesso aos serviços. para realizar a alegação, basta acessar a aba Veículos. O prazo para que seja feita alegação, conforme o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), é de 60 dias.

Desta forma, o antigo proprietário do veículo nunca deve entregar o documento sem antes tirar cópia autenticada do CRV (Certificado de Registro de Veículo) preenchido, datado e assinado para que possa comunicar a venda ao Detran.