Servidor do Estado pode sacar metade do 13º salário em 6 de julho

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Funcionários públicos do governo de Mato Grosso do Sul podem sacar 50% do décimo terceiro no dia 6 de julho, e o salário referente ao mês de junho em 1º de julho.

O pagamento do salário e metade do 13º injetará R$ 736,5 milhões na economia do Estado, sendo R$ 527.642.240,48 referentes ao salário de junho e R$ 208.899.358,08 referentes ao décimo terceiro.

A antecipação do pagamento do décimo terceiro foi reivindicada pela Federação Sindical dos Servidores Públicos Estaduais e Municipais do Estado de MS (Feserp-MS), que protocolou pedido de adiantamento do benefício. 

“É uma solicitação feita pelos nossos filiados e filiadas, em especial aqueles que estão enfrentando algumas dificuldades financeiras. Com isso é possível quitar contas e cessar o pagamento de juros, por exemplo”, destaca Michel Vaz Morrison, presidente em exercício da entidade. 

O salário contempla 84 mil servidores, entre ativos e inativos, que são aqueles que trabalham atualmente, já se aposentaram ou são pensionistas. 

O governador, Reinaldo Azambuja, afirmou que atendeu o pedido de sindicatos e funcionários públicos. 

“Recebi várias reivindicações dos sindicatos e tomamos a decisão de pagar na primeira semana de julho metade do 13° salário a todos os servidores do Mato Grosso do Sul. No ano passado também tomamos esta atitude para aquecer a economia”.