Saiba se você está entre as 141 mil famílias que terão conta de luz paga pelo governo de MS

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O programa “Energia Social: Conta de Luz Zero”, vai contemplar 141.540 famílias carentes de Mato Grosso do Sul, que não precisarão pagar a tarifa de energia elétrica até janeiro de 2023.

Para fazer parte do programa as famílias devem estar inscritas no Cadastro Único (Cadiúnico) do Governo Federal e já serem beneficiadas com a “Tarifa Social” e ter renda familiar mensal de meio salário mínimo por pessoa, ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos.

A medida vigorada em dezembro vale para 14 meses, ou seja, até janeiro de 2023, podendo ser prorrogada pelo mesmo período.

Pela proposta, unidades consumidoras que utilizam até 220 kWh por mês serão isentadas do pagamento da conta de energia. Nessa faixa de consumo, a conta gira em torno de R$118.

Também estão incluídas no programa pessoas com patologia cujo tratamento médico requer o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que, para seu funcionamento, demandam consumo de energia elétrica (eletrodependentes), e que preencham, cumulativamente.

Os requisitos são os mesmos, com exceção do consumo mensal, que poderá ser até 530 kWh.

Os cidadãos que receberem o benefício serão informadas através de mensagem na fatura, informou o gerente de Serviços Comerciais Energisa, Helier Fioravante.