Investimento com recursos do FCO passam de R$ 1,2 bilhão no Estado

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Mato Grosso do Sul contratou R$ 1.232 bilhão em recursos do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) neste ano. Outros R$ 949 milhões estão em fase de análise no Banco do Brasil. Os números foram divulgados em reunião do Conselho de Investimentos Financiáveis pelo FCO.

O setor rural é responsável pela contratação de R$ 934 milhões, tendo ainda R$ 527 milhões internalizados no banco para contratação. Entre as principais linhas de crédito estão a aquisição de equipamentos, fomento à irrigação e apoio para suinocultura e avicultura. No setor empresarial o montante contratado até o momento soma R$ 298 milhões, além de R$ 422 milhões internalizados em fase de contratação.

Segundo o presidente do conselho e titular da Semagro (Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, quase 100% do recurso para este ano foi contratado e há demanda para mais.

“No fim de setembro será feito o remanejamento de recursos do Centro-Oeste, o que significa que se está sobrando em algum estado é mudado para onde falta. Assim, esperamos aumentar o montante anual para Mato Grosso do Sul e conseguir atender toda a demanda que já temos internalizada nos bancos”, afirma o secretário.