CCR MSVia informa o índice ABCR

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

 

O índice ABCR de atividade dos três primeiros meses de 2017 registrou queda de 1,3% na comparação com o mesmo período de 2016. O índice que mede o fluxo de veículos nas estradas concedidas à iniciativa privada é produzido pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias em conjunto com a Tendências Consultoria Integrada. Nessa mesma base de comparação, o fluxo de veículos leves caiu 1,0% e o de pesados 2,6%.

“Quando observamos a evolução trimestral do indicador total, nota-se uma tendência de desaceleração do ritmo de queda, o que sugere uma trajetória de acomodação em curso e abre espaço para a concretização da nossa expectativa de moderado crescimento em 2017. Contudo, cabe enfatizar que o indicador continua suscetível a movimentos erráticos no curto prazo, diante da atual debilidade da demanda doméstica”, afirma Alessandra Ribeiro, economista da Tendências Consultoria.

Já o indicador de março/2017 registrou aumento de 1,7% na comparação com fevereiro/2017, considerando dados livres de ajustes sazonais. Nessa mesma base de comparação, o fluxo de veículos leves nas rodovias concedidas aumentou 1,8%, enquanto o de pesados caiu 1,0%. “O crescimento do índice total é um resultado ditado pela alta de veículos leves, ambos em termos dessazonalizados”, completa Ribeiro.