Dia das Mães pode movimentar R$ 341 mi em MS, 60% mais que em 2021

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O Dia das Mães deve movimentar R$ 341,10 milhões em Mato Grosso do Sul, resultado cerca de 60% maior que o registrado no ano passado. A expectativa dos consumidores é gastar em média um total de R$ 340,42 com presentes e comemorações. Só com presente o valor médio será de R$ 175,83.

Os dados foram obtidos a partir de pesquisa de intenção de compras do IPF-MS (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento) da Fecomércio-MS (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) e, também, do Sebrae MS (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

De acordo com o levantamento, 67,6% dos entrevistados pretendem presentear e 67,3% farão comemorações. A preferência dos participantes será presentear com compras em lojas físicas (67%) e artigos de vestuário (26%).

Segundo o presidente do IPF-MS, Edison Araújo, “o comerciante precisa ficar atento à tendência de pagamento à vista mediante descontos, preferência de 62% dos entrevistados, e também levar em conta em suas estratégias que o bom atendimento, condições de parcelamento e variedade são itens importantes para a decisão de compra”.

A data também deve gerar movimento importante em supermercados, prevê a economista do IPF-MS, Regiane Dedé de Oliveira. Na pesquisa, 83,5% dos entrevistados afirmaram que vão comprar ingredientes para o preparo da refeição em casa.

Interior – Entre os municípios do Estado, se destacam Coxim e Ponta Porã, onde os gastos médios com presentes estão previstos em R$ 191,54 e R$ 186,35, respectivamente. Já as cidades onde os moradores devem gastar mais com as comemorações são Dourados (R$ 191,85) e Corumbá (R$ 171,69). No caso de Coxim e Ponta Porã, esses municípios apresentaram a maior reação, no comparativo ao ano passado, para o Dia das Mães.

Capital – Em Campo Grande, a estimativa dos entrevistados é gastar uma média de R$ 166,32 em presentes e R$ 140,51 em comemorações.

Para a economista do Sebrae MS, Vanessa Schmidt, a realidade pós-pandemia auxilia nos números otimistas. “A gente percebe este ano um cenário mais positivo, um início de recuperação da economia, com a pandemia afetando menos os setores comerciais”, analisa.

“A pesquisa mostra que as pessoas pretendem comemorar em casa, presenteando suas mães presencialmente, o que não foi possível nos últimos anos, em razão da pandemia, e isso volta com mais força este ano”, finaliza Vanessa.