Comércio varejista de MS recuou em 1,5%, diz IBGE

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O setor de vendas no varejo em Mato Grosso do Sul recuou 1,5%, em novembro de 2021, após aumento de 1,7% em outubro do mesmo ano. Dados são da Pesquisa Mensal de Comércio realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta sexta-feira (14). 

De acordo com o levantamento, MS teve a sétima menor variação e, se comparada com novembro de 2020, as vendas avançaram 0,2%. O acumulado do ano foi de 5,8%, sendo que em doze meses o acumulado foi de 5,8% em novembro e, em outubro, foi de 6,5%, demonstrando a redução no ritmo de vendas. 

Cristiano Santos, gerente da pesquisa, afirma que em 2020 o mês de Black Friday foi mais intensa, se comparada com a do ano seguinte, o que se explica pela mudança de perfil dos consumidores, que realizaram compras em outubro e no começo do ano, na época de saldão.  

“O que vimos foi uma Black Friday muito menos intensa, em termos de volume de vendas, do que a de 2020, quando esse período de promoções foi melhor, sobretudo para as maiores cadeias do varejo. Isso se deve, em parte, pela inflação, mas também por uma mudança no perfil de consumo, já que algumas compras foram realizadas em outubro ou até mesmo no primeiro semestre, quando houve maior disponibilidade de crédito e o fenômeno dos descontos. Isso adiantou de certa forma a Black Friday para algumas cadeias”, analisa Santos. 

Quando o levantamento considera o varejo ampliado, isto é, o comércio de veículos, motos, partes e peças, bem como de materiais de construção, constata-se que o volume de vendas avançou 0,4%, após queda de 1,1% no mês anterior. 

Se comparado a novembro de 2020, há um avanço de 4.9%. No ano, o varejo ampliado acumula alta de 12% e, em doze meses, as vendas subiram 11,9%.