Valor bruto da produção tem alta de 25% e chega a R$ 51 bilhões em MS

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Relatório anual da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) aponta que 2020 deve fechar com aumento de 25,46% no VBP (Valor Bruto da Produção) – que mede a receita de todos os serviços e bens produzidos, chegando a R$ 51 bilhões em MS.

Conforme o levantamento técnico da instituição, o VBP a agricultura foi responsável por puxar a alta, com crescimento de 37,69% em relação a 2019 – passando de R$ 25,10 bilhões a R$ 34,57 bilhões.

Os dados mostram que MS é 2º no ranking nacional de produção de carne bovina. Também tem a vice-liderança na produção de produtos florestais.

Já nas exportações, o estado manteve saldo crescente, com aumento de 8% na receita, que passou de R$ 4,99 bilhões em 2019 para R$ 5,4 bilhões em 2020.

O complexo sucroenergético lidera com aumento de 330% na receita – de U$ 67 milhões para U$ 289 milhões – e de 353% no volume – de 238 mil toneladas para 1 milhão de toneladas. Carne, soja e produtos florestais também puxaram os aumentos das exportações.

China se concretiza como o principal destino dos produtos sul-mato-grossenses, apresentando 49% na participação de receita – aumento de 28,9% em relação ao ano anterior. Em seguida aparecem Estados Unidos (4,31%) e Hong Kong (3,43%).