Showtec 2022 movimentou R$ 400 milhões em três dias

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Durante os três dias, mais de 20 mil pessoas passaram pelo local e a quantidade de negócios realizados superaram os R$ 400 milhões, a maior quantia financeira já movimentada em comparação com todas as outras edições.

O volume de negócios foi 125% maior do que o realizado na edição de 2020. Um dos fatores que facilitaram na superação dos dados, foi a agilidade da rede bancária na aprovação do crédito do cliente e pagamento do fornecedor para a liberação do produto adquirido.  

“Muitos negócios foram concretizados dentro da feira. A rede bancária foi célere e ágil ao ponto de o fornecedor ser pago durante a feira e o cliente ir embora com a chave da máquina em mãos”, destacou o diretor executivo da Fundação MS, Alex Marcel Melotto.

O número de expositores também bateu recorde, superando 140 empresas disponibilizadas nos 120 hectares da sede da Fundação MS.

A 25ª edição do Showtec, realizado pela Fundação MS, em Maracaju (MS), ocorreu entre os dias 25 e 27 de maio. 

Além dos negócios, o público visitante pôde acompanhar palestras técnicas de transferência de tecnologia e aprimoramento das boas práticas de agricultura. 

Segundo a Fundação, o evento demonstrou a força de Mato Grosso do Sul na construção de um estado voltado ao agronegócio.

“Fazemos uma feira voltada para os negócios dos setores que estão ligados ao agro e incluímos as palestras técnicas para que produtores, consultores, empresários, e profissionais possam ter acesso ao melhor e mais recente conhecimento dos estudos desenvolvidos. Agregamos tudo isso para que o visitante possa vir ao Showtec e sair com uma nova experiência. Nessa edição, superando as expectativas, foi a maior de todos os tempos, em tamanho, em visitações e em volume comercial”, disse o presidente da Fundação MS, Luciano Muzzi Mendes.

Com dois locais para apresentações, foram realizados nove painéis e 18 palestras com os maiores especialistas do Brasil que abordaram temas como raízes profundas, excelência no plantio, plantas daninhas, escassez de fertilizantes, soluções para o agro, enfezamento e desenvolvimento agrícola no Mato Grosso do Sul.