Agropecuária de MS deve aumentar em 25% valor da produção em 2020

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

A agropecuária de Mato Grosso do Sul deve apresentar um crescimento de 25% no seu valor bruto de produção, em comparação ao ano passado, apesar da pandemia do coronavírus. Foi o que constatou o Departamento Técnico da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de MS), em uma análise prévia do cenário econômico.

Este aumento de 25% (valor da produção) é em função do salto de R$ 40 bilhões em 2019 para R$ 51 bilhões neste ano. Segundo este levantamento, quem está “puxando para cima” estes números é a agricultura que mostra um crescimento de 37,69% neste quesito, de R$ 25,10 bilhões para R$ 34,57 bilhões.

Nesta análise ainda aparece o aumento de 330% da receita nas exportações do complexo sucroenergético, que teve um salto de U$ 67 milhões para U$ 289 milhões, em ampliação de 238 mil toneladas para 1 milhão (toneladas) em 2020.

Segundo a Famasul, itens como carne, soja e produtos florestais também ajudaram no aumento de exportações. “Tivemos um ano desafiador em 2020, entretanto, com uma dinâmica engrandecedora no setor. Mato Grosso do Sul é um estado de vocação agropecuária, vem conquistando novos mercados, entregando produtos de qualidade”, destacou o gerente técnico da instituição, José Pádua.