Estado e Sebrae incentivam pequenos negócios em 33 cidades de MS

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Na manhã desta segunda-feira (09), o governo de Mato Grosso do Sul reafirmou parceria com o Sebrae/MS para a execução do programa Cidade Empreendedora, que beneficia mais 11 municípios do Estado, totalizando 33 cidades atendidas.  

A iniciativa é voltada para a transformação da economia e promover o desenvolvimento local a partir do fortalecimento dos pequenos negócios.  

Com o programa, são implementadas várias etapas de trabalho nas cidades, entre as quais estão:

  • criação de um plano de desenvolvimento econômico;  
  • desburocratização de processos para a abertura e alterações de empresas;  
  • incentivo às compras locais;  
  • promoção da cultura empreendedora e inovação;  
  • melhoria da sala do empreendedor;
  • estímulo ao desenvolvimento empresarial junto com a formação de lideranças que priorizem uma gestão pública empreendedora.

Em 2021, foram promovidas ações em 22 municípios e, neste ano, o trabalho continua.  

As cidades já atendidas são AmambaI, Bandeirantes, Camapuã, Chapadão do Sul, Corumbá, Costa Rica, Dourados, Inocência, Jaraguari, Jardim, Maracaju, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Paraíso das Águas, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Verde de Mato Grosso, Selvíria, Sonora e Terenos.  

Segundo o diretor-superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça, é uma grande oportunidade para os pequenos empresários.

“Antes demorava 120 horas para abrir uma empresa em Jaraguari, hoje demora 10 horas, após parceiras. Sem o prefeito não temos condições nenhuma de trabalhar no município e ter um resultado satisfatório”, disse.

Na cerimônia do acordo, participaram os membros do Conselho Deliberativo do Sebrae/MS e os prefeitos de Água Clara, Bataguassu, Batayporã, Bela Vista, Caarapó, Coxim, Naviraí, Nioaque, Pedro Gomes, Ponta Porã e Santa Rita do Pardo.  

Este é o terceiro ciclo do programa Cidade Empreendedora e, com ele, os municípios recebem acompanhamento do Sebrae durante 18 meses.

Ainda segundo Claudio Mendonça, as estratégias possibilitam o desenvolvimento das regiões como um todo.  

“O Sebrae ampliou o número de cidades atendidas pelo programa para que possamos incluir mais pequenos negócios no processo de desenvolvimento e auxiliar na transformação econômica de cada munícipio. Trabalhamos junto com as prefeituras e lideranças locais para levar o desenvolvimento para o Estado como um todo, gerando emprego e renda, e melhorando a vida da população”, destacou Mendonça.