Restituição do IR injeta R$ 80 mi na economia de MS

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Nesta terça-feira (31), além de ser o último dia para declarar o Imposto de Renda 2022, é também o primeiro dia de pagamento do primeiro lote de restituições. Ao todo, em MS, 42.355 pessoas recebem hoje R$ 80.534.881,93.

Todo o valor do primeiro lote é destinado a contribuintes que têm prioridade legal, como idosos acima de 60 anos, contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério. Em todo Brasil, serão contemplados 3.383.969 contribuintes, com valor total do crédito de R$ 6,3 bilhões. Esse lote contempla também restituições residuais de anos anteriores.

Para saber se a restituição está disponível, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet (clique aqui), acessar o “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, em “Consultar a Restituição”. A página apresenta orientações e os canais de prestação do serviço, permitindo uma consulta simplificada ou uma consulta completa da situação da declaração, por meio do extrato de processamento, acessado no e-CAC.

Se identificar alguma pendência na declaração, o contribuinte pode retificá-la, corrigindo as informações que porventura estejam equivocadas. A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones, que possibilita consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

O pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda. Se, por algum motivo, o crédito não for realizado (por exemplo, a conta informada foi desativada), os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil.