Pela segunda semana consecutiva, preço médio da gasolina cai em MS

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Pela segunda semana consecutiva, o preço médio da gasolina registrou ligeira queda em Mato Grosso do Sul. 

Na semana que se encerrou neste sábado (18), o litro do combustível fechou com valor médio de 5,547, variação de -0,64% em relação a semana anterior, quando o preço foi de R$ 5,583.

É o que aponta levantamento realizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A trajetória de queda, no entanto, pode não se manter nesta semana, tendo em vista que a PEtrobras anunciou, na última sexta-feira (16), reajuste de 1,9% no preço da gasolina e de 3,8% no óleo diesel em suas refinarias.  

Os combustíveis ficaram, respectivamente, R$ 0,05 e R$ 0,10 mais caros e a alta pode chegar ao consumidor.

Na pesquisa da ANP, considerando os preços mínimo e máximo, o combustível foi encontrado sendo comercializado de R$ 5,299 em um dos postos de combustíveis, a R$ 5,998 em outro.

Pesquisa foi realizada em 53 postos de combustíveis do Estado, entre os dias 11 a 17 de abril.

Em Campo Grande, o preço seguiu a tendência do Estado e houve queda de -1,87% no valor médio do combustível,

Nesta semana, a gasolina comercializada na Capital teve preço médio de R$ 5,497, enquanto na semana anterior o preço era de R$ 5,567. Assim como no Estado, também é a segunda semana consecutiva que o combustível registra deflação.

Nos 43 postos pesquisados na Capital, o preço varia de R$ 5,299 a R$ 5,749.

Ponta Porã continua sendo a cidade do Estado onde a gasolina é mais cara, comercializada no preço médio de R$ 5,922, sem variação em relação a semana anterior, quando o preço foi o mesmo. Com relação ao preço mínimo e máximo, o combustível custa de R$ 5,799 e R$ 5,999 na cidade fronteiriça.

Além da gasolina, o etanol hidratado também registrou queda, de -2,39% no Estado, fechando a semana no preço médio de R$ 4,038, frente a R$ 4,137 da última semana.

Na Capital, o combustível que é uma alternativa à gasolina, tem valor médio abaixo de R$ 4, sendo comercializado no preço médio de R$ 3,973 até este sábado.

Já no óleo diesel, a retração foi menor, com valor médio de R$ 4,193 no Estado, variação de -0,36% no comparativo com a semana anterior, quando valor era de R$ 4,208.