PEDÁGIO MAIS CARO EM MS

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Desde sexta (14) as tarifas de pedágio na BR-163/MS serão alteradas, conforme determina o contrato de concessão. O reajuste foi autorizado pela Deliberação nº 700 da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicado pelo Diário Oficial da União nesta quinta-feira (13/09).

A CCR MSVia informa que haverá alterações apenas em quatro praças (Mundo Novo, Itaquiraí, Rio Brilhante e Jaraguari). As tarifas nas outras praças não sofrerão mudanças.

Para percorrer os 845,4 quilômetros de extensão da BR-163/MS, o motorista de veículo de passeio vai desembolsar R$ 59,60, o que equivale a 0,7% de acréscimo (hoje, desembolsa R$ 59,20).

Desde que assumiu a Concessão da BR-163/MS, em 2014, a CCR MSVia já investiu R$ 1,9 bilhão de recursos duplicando aproximadamente 150 quilômetros e restaurando mais de 500 quilômetros de pavimento. Ainda, implantou mais de 470 câmeras de CFTV que monitoram integralmente toda a extensão da rodovia, além de cerca de 390 quilômetros de fibra ótica.

O Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) atendeu a mais de meio milhão de ocorrências, uma média de 368 eventos diários. Destes, quase 15 mil foram atendimentos médicos e outros 174 mil ocorrências de socorro mecânico. Além disso, houve uma redução de 70% no número de óbitos na rodovia este ano, em comparação ao mesmo período de 2017.

pedagio tabela mais caro